segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Madame Tussauds - Museu de cera

   Confesso a vocês que como residente em NY, ainda não conheço muitos pontos turísticos famosíssimos. Sabe como é né, você mora, a vida é muito corrida, um dia você está cansado demais, no outro está frio demais, ou muito quente, ou muito úmido, ou mil outras coisas e você acaba deixando algumas atividades de lado, afinal, sempre haverá tempo para conhecer aquele museu, ou a estátua da liberdade ou até mesmo assistir aquele musical na Broadway.
   Pois bem, eu sou dessas, tenho muita preguiça de ir pra cidade, é bem perto de minha casa, apenas trinta minutos de trem, e a estação fica a cinco de caminhada. Até muito pouco tempo atrás, nunca tinha ido a cidade de trem, na verdade, a primeira vez que me arrisquei foi quando um casal de amigos veio nos visitar e os acompanhei, para apresentar a cidade. Juro que se soubesse que era tão mais tranquilo que ir de carro, teria feito mais passeios por Manhattan, pois apenas o fato de pensar em todo aquele barulho, e aquele monte de buzinas por todos os lados enquanto se dirige, já me tirava a vontade de ir até lá.
   Era uma tarde do final de agosto, já fazia quase um ano que estávamos neste país, e ainda não conhecíamos o Madame Tussauds, o famoso museu de cera. Naquela tarde não tínhamos muita coisa pra fazer, e decidimos ir para a cidade, ainda de carro, nosso destino era o museu de cera. Ficamos muito animados, era um passeio que a muito queríamos fazer, e finalmente tomamos coragem.
   Para vocês terem uma ideia, qualquer um que vem passear em NY por dez dias, deve ter melhor noção de direção que eu, eu simplesmente me perco no meio daquilo tudo, imaginem no primeiro ano então. Partimos, meu marido e eu, ligamos o GPS e fomos rumos a Manhattan, logo chegamos, a pior parte é encontrar vaga para estacionar, e pagar estacionamento é uma pequena facada, mas com um pouco de paciência e persistência, encontramos uma vaguinha. 
   Eu já tinha comprado os ingressos pela internet, fica um pouco mais em conta, coisa de três dólares a menos por pessoa, mas toda economia é bem vinda, é só o fato de não pegar fila para entrar, compensa muito. Já na entrada do museu tem alguns personagens, e tenho de dizer a vocês, são muito reais. A cada passo uma nova surpresa, e o queixo cai muitas vezes, algumas vezes fica muito difícil distinguir personagens reais dos de cera.
   Bom, minhas melhores dicas são, não se esqueçam da máquina fotográfica e não deixem de dar uma passadinha pelo cinema 4D, é um passeio incrível, tenho certeza que todos vão amar e vale muito cada centavo investido.
(Fotos arquivo pessoal)
  

 

 


0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More