quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Sandy - A tempestade

  Era mês de outubro, estava muito animada para ver meu primeiro dia das bruxas, acredito que muitas pessoas que vivem em uma cultura que não existe esta festa, tem muita curiosidade de ver de perto como é. A grande maioria das casas estavam enfeitadas à espera do Halloween, é incrível como as crianças ficam eufóricas, as lojas mudam seu foco de vendas, em fim, tudo se transforma.

  Por volta de cinco dias antes da grande tempestade, e do dia das bruxas, todos os meios de comunicação, passaram a noticiar sobre o storm, avisavam que os moradores deveriam estocar água e comida, caso a tempestade realmente chegasse a atingir a cidade. Diariamente, eram feitos testes de alerta de emergência, que são disparados pela TV e celulares. Apesar de todas as notícias, não tínhamos muita noção sobre oque estava acontecendo, e nossos primos tentaram nos acalmar, dizendo que esse procedimento era padrão, por segurança, e que nem sempre as tempestades atingiam as cidades.
  A cada dia que se passava, a situação ficava mais tensa, me lembro que fiquei um tanto quanto chocada, um dia em que fui ao mercado, ao lado de casa, e estava parecendo cena de filme, o mercado lotado, faltava tudo nas prateleiras, água era item raro de ser encontrado, os repositores não conseguiam atender a demanda. Neste dia, percebi que a situação era verdadeiramente séria.
  No domingo daquela semana, fomos fazer um passeio na cidade, estávamos na Times Square esperando por algumas pessoas que estavam conosco, quando de repente o tempo fechou, começou uma ventania absurda, as lojas começaram a fechar do nada, e encontramos avisos por toda a cidade de que os transportes públicos, parariam de funcionar às cinco da tarde. Imediatamente, encontramos nosso grupo e fomos embora. O trânsito era terrível, havia carros e mais carros, todos querendo sair de Manhattan, a cena começou a ficar assustadora, a tempestade atingiria a cidade naquela noite.
  Assim que chegamos em casa, me lembro que a primeira coisa que fizemos, foi telefonar para nossos pais no Brasil, tranquilizando e avisando que estávamos bem. Confesso que aquela noite, minhas orações foram um tanto quanto mais intensas. Durante a noite, pude ouvir apenas ventos, um pouco mais fortes que já tinha ouvido em uma boa chuva de vento no Brasil.
  Ao amanhecer o dia, saímos de dentro de casa e tudo parecia bem, então ligamos a televisão e vimos pelo noticiário a devastação que Sandy tinha causado. Por muita sorte, moramos em uma cidade muito boa, e que praticamente não foi atingida, tudo funcionava, água, luz, aquecimento. Não posso dizer que as cidades da redondeza tiveram a mesma sorte.
  Muitas cidades ficaram sem luz elétrica por meses, o combustível passou a ser racionado, não existia a mínima condição das cidades serem reabastecidas, o transporte público ficou alguns dias sem funcionar, e os aeroportos, foram fechados e sem previsão de serem reabertos. Com a falta de energia elétrica, as casas ficaram sem aquecimento, e por ser o começo de Novembro, o frio já estava bastante perceptível, era impossível ficar dentro de uma casa sem aquecimento. Após algumas semanas, as coisas começaram a se organizar, mas a destruição era enorme, os geradores, vendidos em lojas, se esgotaram rapidamente, era a única alternativa para a falta de luz.
  Mesmo hoje, após quase três anos do desastre, ainda é possível encontrar as marcas da destruição, o estado de NJ, que faz divisa com NY, foi um dos mais atingidos e prejudicados, e ainda se recupera deste desastre natural.
(Fotos do arquivo pessoal)





13 comentários:

Eu lembro o medo que ficamos aqui no Brasil sem saber o que realmente tava acontecendo.

Seu blog é maravilhoso, ja estou louca para ler as próximas histórias

Adorei seu blog, ganhou mais uma leitora

Amei o seu blog, vou acompanhar diariamente, para ver se tem novas histórias.

Este comentário foi removido pelo autor.
Este comentário foi removido pelo autor.

Eu lembro das noticia eram de dar medo mesmo, imagine com quem passou por isso, sorte que não aconteceu nada perto da sua casa...beijos
http://modismodeluxo.blogspot.com.br/

Oiii..to amando seu blog. Serio msmo.
fico so imaginando td aqui....
mas gostaria mtooo de saber como conseguiu tirar tda documentação no mesmo ano em que chegou aí. . (Pq pelos detalhes. .parece ter sido assim).
licensa pra dirigir. ..e td mais.
mto obrigadaaaaaaaaa

Muito obrigada, prometo tentar não decepcionar vcs!!! Bjs

Muito obrigada Tete. Não tirei toda a documentação, consegui apenas a carteira de habilitação...bjs

Oi Linda, Muito Obrigada, espero que goste dos próximos capítulos. Beijinhos no coração !!!

Postar um comentário

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More