terça-feira, 20 de outubro de 2015

Jantar em Boston...

   Certa vez, estávamos assistindo televisão, e vimos a propaganda de um evento de brasileiros em Boston, uma cidade que fica a umas quatro horas de carro de onde moramos. Tudo era novidade, tudo era festa, e nossos primos nos convidaram para irmos conhecer Boston, seria um fim de semana diferente, conheceríamos um novo estado, uma região muito bonita, e de quebra, participaríamos do tal evento. De tudo, estava animada com o passeio, por conhecer outra região, o evento em si pouco me interessava.
   Alguns dias antes, começamos a planejar o passeio, e decidimos por não fazer reserva em nenhum hotel, afinal, uma cidade grande como aquela, não deveria ser difícil encontrar uma vaga em qualquer hotel, apenas para passar uma noite.
   No sábado, depois que meu marido saiu do trabalho, partimos em viajem. O caminho era longo, mas a paisagem bastante agradável, cortamos dois estados até chegar em Massachussets, tudo me encantava, estava muito ansiosa para chegar ao nosso destino. Quando chegamos, já era noite e não tivemos tempo de ver muita coisa, na manhã seguinte, conheceríamos a cidade e seus pontos turísticos.
   Já era tarde, e estávamos com fome, então decidimos procurar um local para jantar, uma coisa muito comum por aqui, é que nas cidades menores, os restaurantes fecham por volta de dez da noite, então, não tínhamos muito tempo. Depois de muita procura, encontramos uma churrascaria Brasileira, e foi onde jantamos.
   Nossa aventura começou depois do jantar... De barriga cheia, e cansados, era hora de encontrar um local para passar a noite. Não muito longe do restaurante, encontramos um hotel, descemos todos os quatro, de mala e cuia nas mãos, porém, para nossa surpresa, o hotel estava lotado. Ok, isso acontece, então fomos para o segundo hotel, neste, já desceram do carro apenas meu marido e primo, e em poucos minutos voltaram, também não tinha vaga. Para nossa surpresa, naquele fim de semana, estava acontecendo uma convenção e todos os hotéis estavam lotados.
   Acredito que naquela noite, percorremos no mínimo, cinco hotéis, em nenhum encontramos vaga. A solução, era encontrar um lugar seguro para estacionar o carro, e tentar dormir dentro do mesmo, da forma que fosse possível, imaginem a cena, quatro adultos em um carro esportivo...fiasco total. Ok, que local era seguro? a região que estávamos parecia cidade deserta, não tinha uma alma pelas ruas.
   Depois de rodar de carro por algum tempo, encontramos uma loja de conveniências à beira da estrada, e paramos para tomar informações e comprar água. Incrivelmente, encontramos alguns jovens, muito "bonzinhos", que disseram conhecer um local "seguro" para passarmos a noite, e nos pediram para seguir o carro deles. Quanto mais andávamos, mais deserto e escuro ficava o caminho, logo percebemos, que estavam tentando nos levar a uma emboscada e decidimos dar meia volta.
   Algumas milhas distante de onde estávamos, encontramos um posto de gasolina e uma viatura, então paramos para falar com o policial, que nos advertiu sobre os perigos da região e de dormir dentro do veículo. Nossa única opção era voltar para NY, antes que algo pior nos ocorresse... Por fim, no Domingo, às seis da manhã, estávamos de volta à nossa casa, passamos o domingo dormindo e combinamos de não contar a ninguém, que fomos a Boston para um jantar, que por muito pouco, não nos custou muito caro.

2 comentários:

Meu Deus q sufoco passaram ein...mas q bom q deu td certo...voltaram sãos

Dessa nem eu sabia....que perigo e que aventura né!

Postar um comentário

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More